• Receba informações e promoções de nosso site.


 

Notícias

Saúde

Ele vai sair dessa, diz irmã de Lula que mora em Cuiabá

04/11/2011 às 17:54h


 

A funcionária pública Ledinalva da Silva Santos, irmã do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e que mora em Cuiabá, declarou que acredita na recuperação do petista e até já colocou o nome dele em uma corrente de oração. “Estou orando por ele. Formamos uma corrente de oração na igreja e pedimos a Deus todos os dias para curá-lo desta enfermidade”, disse em entrevista aoG1.

Ledinalva, que tem 55 anos, é evangélica e membro da Igreja Pão da Vida, na capital. Ela mora em um bairro de periferia de Cuiabá e contou que está muito triste com toda a situação. Ainda mais, segundo ela, porque não conseguiu visitar o irmão em São Paulo. Dessa forma, a informação sobre o estado de saúde de Lula está sendo repassado por outro irmão que mora na capital paulista. “Ainda não consegui ir visitá-lo ou ter algum contato com ele. Tentei ir até lá [São Paulo] quando ele estava internado, mas não consegui. Agora estou me programando para ir até a casa dele”, contou ao G1.

O ex-presidente Lula deixou o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na terça-feira (1º), após fazer a primeira sessão de quimioterapia para tratamento contra um câncer na laringe. Por volta do dia 14 de novembro, o ex-presidente deve iniciar a segunda das três sessões de quimioterapia previstas.

Segundo a servidora municipal, a última vez que esteve com o irmão pessoalmente foi no mês de dezembro do último ano. De lá para cá, como relata Ledinalva, conversou poucas vezes com Lula pelo telefone. “Não tenho falado muito com ele, mas sei que Lula sabe que sempre estive ao seu lado. Sempre tivemos uma boa relação, mesmo distantes”, pontuou.

Por outro lado, Ledinalva Santos avalia que o momento enfrentado por Lula servirá para fortalecê-lo ainda mais como pessoa. “Sei que tudo isso é doloroso, mas também sei que ele vai sair dessa. Tenho fé. Tudo isso vai servir para fortalecê-lo ainda mais”, finalizou.

Doença na família
O ex-presidente Lula tem um histórico na família de casos de câncerEm junho deste ano, outra irmã dele, Marinete Cerqueira da Silva, de 72 anos, morreu por conta de um câncer no pulmão. O enterro foi no cemitério da Paulicéia, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, com a presença de Lula.

Após a descoberta de que Lula tinha um câncer na laringe, o médico que acompanha o ex-presidente há mais de 20 anos, Roberto Kalil Filho, afirmou ainda que um outro irmão de Lula já enfrentou câncer de laringe.