• Receba informações e promoções de nosso site.


 

Notícias

Serviços

Internet lenta? Envie uma mensagem para a ANATEL

11/10/2011 às 19:46h
Toda quinta-feira é 'Dia de Pressão na Anatel'

ANATEL: GARANTA A QUALIDADE DA INTERNET!

A sensação de que a conexão que você compra não é a que chega até você é a mais pura realidade. As operadoras de banda larga só garantem 10% da velocidade contratada e algumas nem se comprometem com uma capacidade mínima! Apesar das inúmeras reclamações, não há regulação que garanta a qualidade da internet que pagamos.

Isso pode mudar dentro de algumas semanas. Para isso, dependemos de quatro pessoas: os membros do Conselho Diretor da Anatel. Eles se reúnem toda quinta-feira e, em breve, votarão uma resolução sobre a qualidade da internet. Infelizmente, há uma enorme pressão dos provedores de banda larga pela aprovação de uma regulação fraca. Precisamos nos manifestar para que a agência não atenda apenas aos interesses das empresas.

Vamos pedir para a Anatel aprovar mais controle e transparência para o consumidor. Para isso, a proposta de regulamento traz, entre outros pontos,  o direito dos consumidores a uma ferramenta que mede a qualidade da conexão, dando a todos nós uma ferramenta capaz de cobrar um serviço justo.

Quinta-feira é o dia de reunião do Conselho. Envie uma mensagem agora e repita toda quinta!

Mensagem

Conselheiro Ronaldo Sardenberg,
Conselheira Emília Ribeiro,
Conselheiro João Rezende e
Conselheiro Jarbas Valente (veja lista de destinatários )
 
Como um Internauta consumidor, estou extremamente preocupado com a qualidade da banda larga no Brasil. Precisamos de padrões firmes de qualidade da conexão para que os nossos direitos prevaleçam sobre os abusos das empresas prestadoras do serviço. Por isso, peço a aprovação dos seguintes pontos na regulação:


- regras de qualidade de atendimento ao consumidor, com prazos máximos para reparo, instalação, resolução de reclamações, atendimento no SAC, entre outros;

- definição da variação máxima permitida da velocidade de modo a garantir qualidade, como previsto inicialmente pela Anatel;

- abatimento na conta proporcional à velocidade não entregue;

- ferramenta certificada para o consumidor medir a qualidade da sua conexão;

- metas de rede ligadas à disponibilidade do serviço e transmissão de pacotes nos moldes da proposta que foi à consulta pública

- capacidade máxima de ocupação da rede, no limite de 80%, evitando sobrecarga.


Atenciosamente,
  
 
[Seu Nome]

Clique aqui para enviar.

Fonte: IDEC