• Receba informações e promoções de nosso site.


 

Notícias

Igreja

Culto de Abertura do Centenário da AD foi marcado pelo mover do Espírito

10/06/2011 às 01:21h
Pastores se emocionam com as homenagens e a história da denominação

Após um intenso dia de estudos bíblicos sobre “A Assembleia de Deus Pós-Centenário”, foi realizado na noite desta quinta-feira, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia – Hangar, em Belém (Pará), o culto de abertura das Comemorações do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil.

No início do culto, o diretor-executivo da Casa Publicadora das Assembleias de Deus fez a apresentação de todos os pastores e autoridades presentes ao evento, dentre elas, o governador do Estado do Pará, Simão Jatene; o prefeito da cidade de Belém, Dulciomar da Costa; e os deputados federais Ronaldo Fonseca e Zequinha Marinho. Em seguida, o pastor José Antônio dos Santos, 5º vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus, fez a oração inicial.

Na seqüência, houve a cerimônia de entrada das bandeiras de países e órgãos que fizeram a história da AD. A primeira bandeira foi a do Estado de Israel, a nação escolhida; em seguida, a bandeira da Suécia, de onde partiram os missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren. Na seqüência, a entrada das bandeiras dos Estados Unidos; do Estado do Pará e da Convenção do Pará; as bandeiras da Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGADB) e da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD); a bandeira do Centenário; e a Bandeira Nacional. Em seguida, todos entoaram o Hino Nacional Brasileiro.

Um dos momentos mais emocionantes da noite foi a entrada da Bíblia Sagrada que pertenceu ao missionário Gunnar Vingren. Durante essa parte, os participantes puderam acompanhar e ouvir uma gravação do missionário Daniel Berg entoando o hino Uma Flor Gloriosa, de número 196, da Harpa Cristã.

Ronaldo Rodrigues de Souza convidou o pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) para fazer a abertura oficial do evento. Após a palavra do pastor presidente e da oração, os presentes foram convidados a entoar os hinos Saudai Jesus (42) e Poder Pentecostal (24), da Harpa Cristã, acompanhados pela orquestra local e regidos pelo maestro Jessé Sadoc, filho do pastor Francisco Pereira do Nascimento, um dos pioneiros da AD no Pará.

A leitura oficial da Palavra de Deus foi feita pelo pastor José Wellington Costa Júnior, presidente do Conselho Administrativo da CPAD, no livro de Atos dos Apóstolos 2. 1.21. Pastor Gilberto Marques, presidente da Convenção do estado do Pará, deu uma palavra de saudação a todos os presentes. O governador do Estado do Pará, Simão Jatene; o prefeito de Belém, Dulciomar da Costa; e o deputado federal, Zequinha Marinho, também falaram da alegria em participar das comemorações do Centenário das ADs no Brasil . O evento teve ainda a participação dos cantores da Patmos Music, Victorino Silva e Lília Paz; e Joe Vasconcelos, dos Estados Unidos.

O preletor da noite foi o pastor José Wellington Bezerra da Costa. Na saudação aos presentes, pastor José Wellington fez menção do Salmo 126.6. Na leitura da Palavra, o líder convidou a todos para compartilhar o texto de 2 Reis 5.2–6 e falou sobre a história de lutas e vitórias das ADs no Brasil iniciada pelos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren; da importância da comemoração e das expectativas e objetivos da AD pós-centenário. Pastor José Wellington saudou a todos os irmãos da cidade de Belém e destacou a importância da AD na propagação do Evangelho no País. “Em minhas mãos, em suas mãos está a mensagem da Palavra de Deus, que salva, cura, batiza com o Espírito Santo e que em breve virá para buscar a Sua Igreja. Continue pregando!”, finalizou o líder.

 

Fonte: CPAD News