• Receba informações e promoções de nosso site.


 

Notícias

Oportunidade

O Projeto Sal da Terra já atendeu mais de 50 crianças que sonhava em dançar ballet clássico

04/11/2017 às 10:58h

Projeto deve passar a atender mais de 100 estudantes a partir de idade escolar, que estão matriculadas em rede de ensino municipal e estadual.

 

Por Laura Gonçalves DRT 2158/MT

 

A academia de dança Ador’arte há mais de dois anos proporciona a oportunidade para crianças matriculadas em escola estadual e municipal para fazer aulas de dança, com mensalidades com valor acessível.  Modalidades como ballet clássico, jazz, ballet fitness e pilates estão disponíveis as crianças carentes matriculadas no projeto Sal da Terra.

 

O projeto começou no dia 08 de junho de 2015 com objetivo de promover as crianças de baixa renda o acesso à arte do ballet clássico, que ainda é uma modalidade de alto investimento. Até este ano já atendeu mais de cinquenta crianças.  

 

Para participar do projeto é necessário que se apresente uma cópia do comprovante de matrícula e documentos pessoais. A mensalidade é a partir de R$ 40,00 reais. A Diretora geral e idealizadora do projeto, Guta Ramos, explica o objetivo deste projeto “pensamos num valor acessível para alcançar crianças carentes, pois nosso objetivo não é lucrar financeiramente, mais sim levar cultura e dança para crianças que jamais teriam condições de fazer aulas”, pontou Guta Ramos.

 

A academia funciona de segunda-feira a sábado. O projeto atende os bairros de Cuiabá e Várzea Grande e a região da baixada Cuiabana.

 

Janaína Rosa é mãe da bailarina Luana Thaina, fala da importância da criação do Sal da Terra “estou achando maravilhoso, minha filha tem a oportunidade de aprender a dança com um custo que cabe no nosso bolso, o sonho dela ser bailarina está sendo realizado, e minha filha está amando, o Sal da Terra é um tempero na nossa vida, parabéns a academia Ador’arte pelo projeto.” No mesmo sentido a aluna Luana Thaina diz que “estou gostando muito das aulas e estou aprendendo a fazer borboletas e plié”, frisou a bailarina.

 

Os critérios para entrada e permanência no projeto são que: a criança deve estar matriculada na rede pública ou ser bolsista integral da rede particular ensino. Ter boas notas e não faltar aulas de dança sem justificativas.  As professoras que ministram aulas no Sal da Terra, também são de outro curso - missionárias da dança. Esta capacitação de missionárias da dança, as alunas se preparam para serem professoras de dança e aprendem desde anatomia, história da arte, história da dança e técnicas de dança.   

 

Nas aulas, são ensinados os fundamentos do balé — como postura, equilíbrio, disciplina e comprometimento com horários. Quando as crianças faltam mais de três vezes sem justificativa, são afastados, para dar lugar a interessados que estão na fila de espera. O desempenho escolar também deve ser bom (ter notas boas e não reprovar) para que os alunos possam continuar a fazer parte das atividades.

 

A idealizadora do projeto Sal da Terra é a professora Guta Ramos, que é formada em Fisioterapia e é bailarina a mais de 20 anos, começou a dançar ainda na infância.

 

Serviço

 

O que: Projeto Sal da Terra

Como Funciona: Oferece aulas de dança a crianças matriculadas em rede de ensino público com valor acessível (R$ 40,00)

Onde: Academia Ador’arte localizada na Avenida Marechal Mascarenhas, 154 – Goiabeiras, Cuiabá MT

Contato:  65 9 9992-6867