• Receba informações e promoções de nosso site.


 

Notícias

Comportamento

Movimento religioso que prega a castidade e sexo após o casamento cresce no Brasil

07/05/2013 às 22:34h
Foi realizado em Manaus um seminário que ensina trabalhar a vida sentimental e sexual, que deve acontecer em todo Brasil.

Cada vez mais jovens no Brasil estão aderindo a uma tendência nacional de movimentos religiosos que defendem a castidade e o início da vida sexual somente depois do casamento. Segundo informações do portal G1, os Movimentos como 'Eu Escolhi Esperar' e o 'Entre Príncipes e Princesas' reúnem mais de 2 milhões de seguidores no país.

Visando a busca de ensinamentos sobre o assunto, um grupo com cerca de 1500 pessoas participaram de um seminário que orientou os jovens a se guardarem sexualmente para o casamento, que foi realizado em uma igreja de Manaus (AM), no ultimo dia 1º de maio. Segundo os organizadores do evento, com o crescimento do movimento, em consequência do aumento de seguidores, o seminário faz parte de uma série deste tipo de evento que está programado para acontecer em todas as capitais do Brasil.

O movimento 'Eu Escolhi Esperar' foi criado em Vitória (ES) em 2011 e tem atraído a atenção de jovens evangélicos e católicos pelo Brasil. Segundo o pastor Nelson Júnior, líder e criador do movimento, a estimativa é que a manifestação religiosa, além dos 2 milhões de apoiadores e seguidores virtuais, tenha cerca de 100 mil pessoas que participaram dos seminários e que defende a causa pelo Brasil. Na fan page da rede social Facebook o movimento conta atualmente com mais de 1,4 milhões de curtidores. Já o movimento nacional 'Entre Príncipes e Princesas' reúne atualmente cerca de 2 mil jovens.

Segundo o pastor Nelson, o movimento ensina a trabalhar a vida sentimental e sexual. Ele analisa que o sexo atualmente tornou-se sinônimo de promiscuidade, no entanto, o ato pode ser puro, mas as pessoas sofrem preconceito quando assume que é virgem ou o que tenha o compromisso de se guardar para uma relação sexual após o casamento. “Fazemos esses encontros e seminários para mostrar ao jovem a existência de milhares de pessoas que se guardam, que ele não está sozinho. Já na sentimental, ensinamos os jovens a não banalizar o relacionamento, evitando ter vários casos de amor na vida", explicou o pastor segundo informações do G1.

O pastor conta ainda que o movimento, que surgiu na internet, terá ainda a sua primeira turnê internacional neste mês de maio, na qual passará por cinco cidades dos Estados Unidos, Irlanda, Haiti e Inglaterra. O movimento deve realizar ainda seminários pela Europa, em Portugal e Espanha.