• Receba informações e promoções de nosso site.


 

Notícias

Política

Marco Feliciano quer Ensino Religioso Obrigatório nas Escolas Públicas

22/02/2011 às 15:19h
Deputado Federal Marco Feliciano quer implantar ensino religioso obrigatório nas escolas públicas

O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), apresentou no dia 09, o projeto de Lei n° 309/2011, instituindo o ensino religioso obrigatório nas escolas públicas. O deputado foca a sua atuação numa campanha que pretende atingir todas as pessoas que se preocupam com a formação básica da primeira infância e dá o nome a ela de “Papai do Céu na Escola”.

Sem desrespeitar os demais seguimentos religiosos, o deputado diz ter cuidado para não fazer proselitismo religioso. Citando o texto bíblico do livro de Provérbios 22:6, Feliciano defende a importância do ensino religioso nas escolas, justificando-se conhecer a existência de matéria nos currículos escolares, porém agora, tornando matéria obrigatória nos Curriculos Escolares do Ensino Fundamental, circunstância de que o ensino religioso é a base histórica dos princípios morais e éticos da sociedade.

O deputado ainda faz lembrar que todos os países que embora laicos não preservaram tais ensinamentos, tiveram que fazer o controle da ordem social com ditaduras das mais sanguinárias.

Em discurso feito cita o romancista russo Fiodor Dostoievski ao dizer: “Há, no homem, um vazio do tamanho de Deus”, e disserta: “O homem pode até tentar preencher o vazio de sua vida com outras coisas, mas isso jamais será suficiente para que alcance sua plenitude”.

Sobre a falta da disposição do tempo dos pais para praticarem o ensino da fé em Deus aos seus filhos e sobre a banalização da vida, o deputado argumenta. "Crianças estão sendo vítimas de overdose de drogas dentro das escolas, o crack esta destruindo a mente dos filhos desta pátria".

"A falta do respeito para com os educadores bem como a violência dentro das escolas mostra que o moral, a ética e o respeito ao próximo são valores ignorados, por isso precisamos resgatar o ensino religioso em nosso país, e isto de maneira sábia, simples e coerente  - continua.

Fonte: Creio